22/06/2015

Está Se Sentindo Castigado?

Não sei se você já se perguntou qual é o pior castigo, mas com certeza,  já se sentiu castigado muitas e muitas vezes. Com todo mundo é assim. No geral, não nos sentimos merecedores de muitos de nossos sofrimentos e achamos que realmente estamos sendo castigados sem nenhuma explicação, sem dó, nem piedade.

Na verdade isso deve à nossa ignorância! Não sabemos nada de nosso funcionamento, que tipo de seres somos, nossa estrutura. E uma coisa é certa, se nos puserem a pilotar uma nave espacial, vai ser um “Deus nos acuda!”

É mais ou menos isso o que acontece conosco. Pilotamos um sistema mental poderosíssimo, sem nenhum manual de instruções. Não que não existam manuais, eles existem, mas não nos damos conta de que são manuais e não praticamos seus ensinamentos. No geral eles são religiosos, filosóficos e esotéricos.

Nossos pensamentos costumam andar sem rédeas e nossas crenças não são avaliadas em sua qualidade, sua aplicabilidade, suas potencialidades, seu grau de periculosidade e coisas do gênero. Achamos nossos pensamentos e crenças supernormais. “Normais", até que são, mas nem sempre razoáveis e auspiciosas, muito ao contrário, costumam ser um descalabro! Haja vista seus resultados – isso que a gente de castigo ...

Certa vez vi num ensinamento, que somos nós que nos castigamos e que, portanto,  não há um Deus descarregando sua fúria sobre nós.  Fiquei pensando a respeito e não conseguia muito bem encaixar “minhas penas” com meu sistema mental.

Porém, com o tempo, muito estudo e muita prática, acabou ficando muito claro pra mim, que realmente há apenas resultados de ações. Se ações são resultados de pensamentos, então, nós mesmos nos castigamos, quando agimos baseados em pensamentos pobres, errôneos, pessimistas e demais crenças limitantes e aí vem as colheitas..

Naturalmente, o “castigo que recebemos” hoje, se deve apenas ao que pensamos e fizemos anteriormente, enquanto ainda dormíamos para o autoconhecimento e fomos introjetando valores e crenças equivocadas de nosso ambiente.

Por isso, comumente despertamos através do sofrimento. Chega um momento em que a gente começa a se perguntar – “Onde foi que eu errei?” Bem, a partir daí, poderemos começar a desmistificar todas as contingências ruins de nossa vida e, certamente, interromperemos o nosso sistema de autocastigo.

Lembrando que esse é um processo de autoconhecimento e que ele não acontece da noite para o dia. Pode levar muito, muito tempo. Mas, de acordo com os ensinamentos, todos nós, cada um a seu tempo,  chegaremos ao final feliz!

Por isso, importa saber, não qual o pior castigo, mas como resolvê-lo. E se você está sentindo-se castigado por Deus ou pela vida, deve começar já a buscar Autoconhecimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário!